Petrobras e WEG fecham acordo de R$ 130 milhões para desenvolver aerogerador de 7 MW

Petrobras e WEG fecham acordo de R$ 130 milhões para desenvolver aerogerador de 7 MW

A Petrobras informou, por meio de fato relevante divulgado nesta quarta-feira (13), que assinou com a WEG, empresa multinacional brasileira de eletroeletrônicos, parceria para desenvolver um aerogerador onshore de 7 megawatts (MW).

Segundo as empresas, este é o primeiro aerogerador desse porte a ser fabricado no Brasil. A Petrobras investirá aproximadamente R$ 130 milhões no projeto, que já está em andamento pela WEG.

O aporte da Petrobras será feito em 25 meses contados da assinatura do acordo.

A WEG prevê que a produção em série deste equipamento será realizada a partir de 2025.

O acordo abrange o desenvolvimento de tecnologias para a produção dos componentes do aerogerador, adequados às condições eólicas brasileiras, bem como a construção e testes de um protótipo.

“Este projeto representa um marco importante para a Petrobras, pois aumentará seu conhecimento em tecnologia de energia eólica, além de contribuir para impulsionar a transição energética no Brasil”, diz o informe.

Eólicas offshore

O Ministério de Minas e Energia (MME) articula junto ao Congresso Nacional a aprovação de um marco regulatório para usinas eólicas offshore — confirmou o titular da pasta, Alexandre Silveira, nesta terça-feira (12) em evento.

“Tenho atuado diretamente na articulação com o Congresso Nacional para avançarmos enfim nas tratativas para a instituição de um marco legal para as eólicas offshore”, disse na 14ª edição do congresso Brazil Windpower.

No último final de semana, Silveira se reuniu com o deputado federal Zé Vitor (PL-MG), relator na Câmara de projeto de lei que trata da matéria. A proposição já foi aprovada no Senado.


https://www.cnnbrasil.com.br