rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-instituto-ayrton-senna-campanha-30-anos-5
rede-rs-cidade-2024-brasil-inovador-rio-grande-sul-aldo-rosa-ceo-reconstrucao-doacoes-resgate-acolhimento-abrigo-municipio-enchente-randoncorp-daniel-instituto-elisabetha-randon
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-c6-invest-bank-banco-digital-gisele-bundchen-(9)
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ia-esg-ecossistema-startup-investidor-hub-cni-cna-cnc-sebrae-ai-summit-inteligencia-artificial-1
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-cnt-ntc-sebrae-pegn-pequenas-grandes-100-to-watch-inscricoes
super-inovador-varejo-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-hub-startup-aldo-rosa-ceo-palestrante-abras-supermercado-gs1-brasil-em-codigo-1d-2d-(16)
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-cnt-ntc-sebrae-avenue-connection-itau-jp-morgan-blackrock
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-ai-esg-hub-cni-cna-cnc-cnt-ntc-sebrae-floripa-conecta-acate-sc-florianopolis-4
innovation-trends-2024-ecosystem-corporates-startups-hubs-universities-government-investors-aldo-cargnelutti-ceo-silicon-valley-sxsw-las-vegas-austin-2025

Parceria entre AstraZeneca, IPÊ e Ambipar restaura região de Mata Atlântica com investimento de R$ 350 milhões

Parceria entre AstraZeneca, IPÊ e Ambipar restaura região de Mata Atlântica com investimento de R$ 350 milhões

Parceria entre AstraZeneca, IPÊ e Ambipar restaura região de Mata Atlântica com investimento de mais de R$ 350 milhões realizado pela farmacêutica

Em menos de um ano, parceria atinge o primeiro marco de 2 milhões de árvores plantadas na região do Pontal do Paranapanema, extremo Oeste de São Paulo

São Paulo, junho de 2024 – A AstraZeneca, biofarmacêutica global, atinge o marco de 2 milhões de árvores plantadas, em mais de 1000 hectares no extremo oeste do Estado de São Paulo – o equivalente a cerca de seis Parques do Ibirapuera e 1000 campos de futebol. A conquista é parte do resultado do investimento de mais de R$ 350 milhões anunciado pela AstraZeneca, em 2023, para o plantio de 12 milhões de mudas, em 6 mil hectares, até 2025, no Projeto ARR Corredores de Vida, uma parceria entre IPÊ – Instituto de Pesquisas Ecológicas e Ambipar Environment.

Para celebrar o plantio de 2 milhões de arvores até agora, foi realizado um evento com as empresas parceiras e representantes da Secretaria de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística do Governo do Estado de São Paulo (Semil) nesta semana, no Pontal do Paranapanema.

O Projeto ARR Corredores de Vida realizado no extremo oeste do Estado de São Paulo, segue uma estratégia criada pelo IPÊ há mais de 20 anos, conhecida como “Mapa dos Sonhos”, que definiu as áreas estratégicas para conectividade entre os fragmentos florestais, por meio de corredores ecológicos, que vão beneficiar a fauna e a flora e assim contribuir com o restabelecimento do habitat inclusive de espécies ameaçadas de extinção.

O investimento na iniciativa faz parte da estratégia de sustentabilidade da AstraZeneca no combate às mudanças climáticas. “A crise climática é a maior crise de saúde pública do nosso tempo, com impactos diretos na saúde da população, como o aumento de doenças crônicas e infecciosas. Tendo isso em vista, estamos tomando medidas para proteger e restaurar ecossistemas, diminuindo nossa pegada ambiental, enquanto investimos na natureza e na biodiversidade. O marco de 2 milhões de árvores plantadas é motivo de orgulho, mas sabemos que é apenas o início de uma iniciativa grandiosa que estamos construindo, que visa contribuir para a saúde das pessoas, sociedade e planeta”, comenta Olavo Corrêa, diretor geral da AstraZeneca Brasil.

Com potencial de remoção total de 2.337.102 toneladas de CO2, é possível estimar que nessa primeira fase, com plantio dos primeiros 1000 hectares, 389.517 toneladas de CO2 podem ser potencialmente removidas em 30 anos.

“Acreditamos no potencial deste projeto e nos seus impactos positivos a curto, médio e longo prazos, não apenas pelo sequestro de gases de efeito estufa da atmosfera, incluindo carbono, mas em tudo o que envolve uma iniciativa desta dimensão. É um projeto que concretiza as possibilidades das soluções baseadas na natureza para alcançar os objetivos de desenvolvimento sustentável”, observou Plínio Ribeiro, CEO da Decarbon na Ambipar Environment.

O executivo destaca ainda as oportunidades na frente social do projeto. “Os resultados que conquistamos até agora evidenciam que as soluções baseadas na natureza transcendem o combate às mudanças climáticas. Além de gerar valor para o mercado de ativos ambientais e proteger a biodiversidade, elas também promovem o bem-estar e desenvolvimento social, por meio da geração de emprego e renda à população. Uma agenda fundamental para impulsionar o crescimento das comunidades e assentamentos da região”, complementa Ribeiro.

Para implementação e concretização de todas as vertentes que envolvem a iniciativa, há previsão da geração de 400 postos de trabalho. Nessa primeira fase, aproximadamente 200 pessoas já estão trabalhando, ocupando cargos em empresas de plantio e na produção de mudas em viveiros agroflorestais comunitários além da participação nos staffs técnicos e como pesquisadores associados.

“Atuamos na região há mais de 30 anos e há mais de 20 iniciamos os plantios de mudas de árvores nativas da Mata Atlântica para restauração florestal no Pontal do Paranapanema. Os plantios são realizados a partir de uma estratégia criada pelo IPÊ, que chamamos de “Mapa dos Sonhos”, que definiu as áreas prioritárias para reconectar fragmentos florestais remanescentes e assim contribuir com a conservação de espécies ameaçadas como o mico-leão-preto. Além disso, por meio do restabelecimento da floresta, são promovidos serviços ecossistêmicos, como a regulação climática, por exemplo.  Desde então, para transformar esse sonho em realidade, contamos com uma série de parceiros, incluindo a iniciativa privada, como forma de ampliarmos a escala das ações do projeto. Com a nova parceria, estamos seguindo justamente nessa direção e beneficiando uma das florestas tropicais mais ameaçadas do mundo” destaca Eduardo Ditt, diretor executivo do IPÊ.

A iniciativa está alinhada ao Plano Estadual de Meio Ambiente do Governo do Estado de São Paulo, lançado em 2023. “Uma das principais ações do Plano Estadual é colocar em recuperação 37,5 mil hectares de vegetação até 2026, meta que só conseguiremos atingir com o envolvimento de todos, poder público, organizações da sociedade civil e iniciativa privada. Nesse sentido, esse investimento da AstraZeneca no projeto ARR Corredores de Vida é fundamental e dá o exemplo de como podemos trabalhar juntos na conservação do meio ambiente e no combate às mudanças climáticas”, afirma a secretária de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística do Governo de São Paulo, Natália Resende.

AZ Forest

AZ Forest é um projeto global da biofarmacêutica AstraZeneca, que tem como objetivo plantar mais de 200 milhões de árvores em todo o mundo até o final de 2030 e visa ajudar no combate às mudanças climáticas, melhorando a saúde das pessoas, das comunidades e do planeta. No Brasil, a AstraZeneca investiu mais de R$ 350 milhões no projeto AR Corredores de Vida, que visa plantar 12 milhões de árvores, em 6 mil hectares, até 2025.

AstraZeneca
A AstraZeneca é uma empresa biofarmacêutica global, orientada pela ciência, que está focada na descoberta, desenvolvimento e comercialização de medicamentos de prescrição médica em Oncologia, Doenças Raras e Biofarmacêuticos, incluindo Medicina Cardiovascular, Renal e Metabólica, Respiratória e Imunologia. Com sede em Cambridge, Reino Unido, a AstraZeneca opera em mais de 100 países e seus medicamentos inovadores são usados por milhões de pacientes em todo o mundo. Para mais informações, visite: www.astrazeneca.com.br e siga a empresa no Instagram @astrazenecabr.

Sobre a Ambipar Environment

A Ambipar Environment tem como propósito ser a melhor empresa mundial de Soluções Baseadas na Natureza (NbS – Nature-based Solutions), gerando valor para o mercado de ativos ambientais, combatendo as mudanças climáticas, protegendo a biodiversidade e promovendo o bem-estar e desenvolvimento social.  Desenvolvemos projetos que promovem a redução de emissões por meio da conservação florestal e o sequestro de emissões por meio do reflorestamento.  Acreditamos nas Soluções Baseadas na Natureza como mecanismos fundamentais para que a humanidade possa atingir as metas do Acordo de Paris e superar a crise climática. Até 2030, algo entre 35% e 50% das reduções de emissões deverão vir única e exclusivamente das Soluções Baseadas na Natureza.

Sobre o IPÊ

O IPÊ – Instituto de Pesquisas Ecológicas é uma organização brasileira sem fins lucrativos que trabalha pela conservação da biodiversidade do país, por meio de ciência, educação e negócios sustentáveis. Fundado em 1992, tem sede em Nazaré Paulista (São Paulo), onde também fica o seu centro de educação, a ESCAS – Escola Superior de Conservação Ambiental e Sustentabilidade. Para o IPÊ, a conservação da biodiversidade é central para a transformação socioeconômica e o enfrentamento dos desafios climáticos. Nos biomas Mata Atlântica, Amazônia, Pantanal e Cerrado, realiza cerca de 30 projetos ao ano, além de trabalhos relacionados a Áreas Protegidas, Voluntariado para a Conservação e Pesquisa & Desenvolvimento. As ações do Instituto já foram reconhecidas por meio de 50 premiações nacionais e internacionais, entre elas o Whitley Awards, considerado o Oscar da conservação ambiental. O IPÊ é responsável pelo plantio de mais de 7 milhões de árvores na Mata Atlântica, contribui diretamente para a conservação de seis espécies de fauna, realiza educação ambiental e capacitação para 15 mil pessoas por ano. Os projetos beneficiam mais de 200 famílias com ações sustentáveis, conhecimento sobre conservação socioambiental e geração de renda. A organização conta com parceiros de todos os setores e trabalha como articuladora em frentes que promovem o engajamento e o fortalecimento mútuo entre organizações socioambientais, iniciativa privada e instituições governamentais.