rede-brasil-inovador-2024-inovacao-esg-ia-cni-cna-cnc-hub-startups-sebrae-espirito-santo-es-esx-programacao-aldo-rosa-1
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-instituto-ayrton-senna-campanha-30-anos-5
industria-inovadora-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-innovation-startup-aldo-rosa-ceo-palestrante-cni-sesi-senai-iel-missoes-fiesp-ciesp-acelera-3

Lançada a Rede Brasil de Inovação e Cidades Inteligentes no Smart Cities Park

Lançada a Rede Brasil de Inovação e Cidades Inteligentes no Smart Cities Park

Lançada a Rede Brasil de Inovação e Cidades Inteligentes no Smart Cities Park

O presidente da Famurs, Paulinho Salerno, fez a leitura de carta aberta em defesa da cultura da inovação nos municípios. Evento em Nova Petrópolis reuniu mais de 700 municipalistas.

Encerrando a extensa programação do Smart Cities Park, que reuniu mais de 700 municipalistas, em Nova Petrópolis (RS), foi divulgada nesta quinta-feira, dia 25/11, a Carta Aberta Smart Cities Park. O presidente da Famurs, Paulinho Salerno, fez a leitura do documento que marca o lançamento da Rede Brasil de Inovação e Cidades Inteligentes. O manifesto foi assinado pela Famurs, AMSERRA, Prefeitura de Nova Petrópolis, o Instituto Paulo Ziulkoski e gestores municipais de 20 estados brasileiros.

A carta é resultado das reflexões realizadas durante os três dias do primeiro grande evento brasileiro de inovação com foco na gestão municipal. O texto destaca que os participantes “protagonizaram um encontro histórico na busca da inserção de inovação, tecnologia e desenvolvimento das cidades inteligentes”. Neste evento, as diversas lideranças brasileiras apresentaram a necessidade de elevar a cultura da inovação junto aos municípios.

Os gestores locais defendem o desenvolvimento de políticas públicas que aproximem o serviço público municipal de respostas ágeis aos principais gargalos tecnológicos, de eficiência, de ampliação da qualidade e de inserção nas comunidades das tendências que o ambiente de inovação proporciona.

O documento ressalta o consenso das autoridades representativas do movimento municipalista nacional e regional, bem como do Judiciário, do Legislativo e dos poderes Executivo estadual e federal sobre a importância dos dirigentes e servidores municipais acompanharem o avanço das tecnologias, o perfil inovador e a inserção dos municípios no ambiente digital.

Nesse desafio, afirma a carta, “restou uma inquietação comum, porém saudável, de que sozinhos ou de forma individualizada a construção deste caminho da cultura de inovação nos municípios se dará de forma lenta e, talvez, sem os resultados desejados. Desta forma emergiu dos debates e das conversas entre os participantes a necessidade de que o ambiente aqui encontrado de aproximação, multiplicidade de experiências e divisão de esforços e iniciativas precisa seguir nesta toada e crescer”.

Em busca de garantir futuras edições do evento, os prefeitos ressaltaram a necessidade de constituição de uma rede brasileira de cidades inteligentes, visando manter “acesa nos participantes e nos municípios, para onde retornamos, a busca contínua da conscientização dos líderes municipalistas e servidores municipais da necessidade de evoluirmos no ambiente de inovação”. Por fim, reforça, a promoção da cultura da tecnologia, da sustentabilidade e da inovação nos espaços do Poder local.