rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-instituto-ayrton-senna-campanha-30-anos-5
marcas-e-lideres-2024-rede-brasilinovador-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-corporates-investimento-febraban-tech-ciber-seguranca-bancos
rede-rs-cidade-2024-brasil-inovador-rio-grande-sul-aldo-rosa-ceo-reconstrucao-doacoes-resgate-acolhimento-abrigo-municipio-enchente-randoncorp-daniel-instituto-elisabetha-randon
agro-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-startups-hub-aldo-rosa-ceo-palestrante-cna-senar-agronegocio-gaff-agribusiness-festival-xp-sp
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-c6-invest-bank-banco-digital-gisele-bundchen-(9)
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-cnt-ntc-universo-totvs-sp-2
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-startse-ai-day
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ia-esg-ecossistema-startup-investidor-venture-capital-hub-cni-cna-cnc-sebrae-governo-minas-summit-belo-horizonte-1
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ia-esg-ecossistema-startup-investidor-hub-cni-cna-cnc-sebrae-ai-summit-inteligencia-artificial-1

Instituto Caldeira reabre nesta segunda-feira (10): impactado pelas enchentes, hub de inovação estava fechado há um mês

Instituto Caldeira reabre nesta segunda-feira (10): impactado pelas enchentes, hub de inovação estava fechado há um mês

Instituto Caldeira reabre nesta segunda-feira (10): impactado pelas enchentes, hub de inovação localizado em Porto Alegre (RS) estava fechado há um mês

Com prejuízos estimados em torno de R$ 35 milhões, o Instituto Caldeira vai abrir 200 estações de trabalho temporárias no segundo e terceiro andares do prédio

O Instituto Caldeira, hub de inovação e fomento à nova economia localizado em Porto Alegre (RS), reabre nesta segunda-feira (10). O espaço físico do Caldeira estava fechado desde as enchentes que impactaram o estado do Rio Grande do Sul no início de maio: o prédio fica no Quarto Distrito, uma das regiões da capital gaúcha que foram mais afetadas pelos alagamentos – o prejuízo estimado na estrutura do Caldeira foi de cerca de R$ 35 milhões. O acesso ao hub se dará pela recepção voltada para a rua Frederico Mentz, 1606.

Inicialmente, serão usados apenas o segundo e o terceiro andares do prédio: o primeiro andar, bastante impactado pelas chuvas, começou a ser reorganizado com um mutirão de limpeza no último domingo (2), mas permanece em processo de restauração. As 69 empresas residentes do primeiro andar do Instituto Caldeira estão sendo realocadas nos outros dois andares, onde 200 novas posições de trabalho temporárias serão abertas.

“Estamos trabalhando com arquitetos, mudando a estrutura interna e o posicionamento das mesas e estações de trabalho, para podermos receber toda a comunidade Caldeira da melhor forma”, explica Pedro Valério, Diretor Executivo do hub. “As empresas residentes do segundo e do terceiro andares também estão disponibilizando suas salas, em sistema de escala, para uso pelos residentes do primeiro andar. Estamos unidos e trabalhando de maneira solidária para que o Caldeira saia fortalecido deste momento.” Em uma parceria, o DC Navegantes, shopping localizado ao lado do instituto, vai liberar vagas de estacionamento, sem custos, para os membros da comunidade.

Além da reabertura, o Instituto Caldeira anunciou também a data a partir da qual o prédio volta a receber eventos: 1º de julho.

Ações de apoio aos impactados pelas enchentes e continuidade dos programas

Nas últimas semanas, o Instituto Caldeira liderou um esforço para entender os impactos e repercussões das enchentes nas startups, empresas e organizações associadas ao hub, além de mapear e buscar convergências entre ações e iniciativas promovidas por sua comunidade. O Caldeira também vem arrecadando, desde as chuvas, recursos que estão sendo destinados a jovens participantes do programa Geração Caldeira cujas casas e famílias foram fortemente impactadas pelas chuvas. Os recursos estão sendo destinados por meio da Operação de Volta Para Casa, iniciativa que vem mapeando quem precisa de suporte financeiro direto para reestruturar seus lares.

Além disso, o hub manteve a edição 2024 do Geração Caldeira, programa educacional gratuito com foco em inclusão produtiva, que seleciona e forma talentos para a nova economia. A live de boas-vindas, que inaugurou o programa, aconteceu no último dia 28, e a etapa online já está em andamento. A aula inaugural da etapa presencial está marcada para o dia 26 de agosto, na sede do Caldeira. “No momento que o estado do Rio Grande do Sul vive, um programa como esse se torna ainda mais importante, para trazer esperança e oportunidades concretas de transformação à vida desses jovens”, destaca Felipe Amaral, Diretor do Campus Caldeira.

O Geração Caldeira é destinado a jovens de todo o Brasil, que tenham entre 16 e 24 anos de idade, e que estejam cursando ou tenham cursado o ensino médio na rede pública (ou particular com bolsa acima de 50%). Os 200 alunos selecionados ao fim do processo seletivo recebem bolsa de R$ 3 mil durante a etapa presencial e são encaminhados para vagas de trabalho. As trilhas educacionais oferecidas neste ciclo são Marketing e Design, Programação Python, Programação Java, e Gestão e Vendas.