Amcham Porto Alegre comemora 25 anos de atividade

Amcham Porto Alegre comemora 25 anos de atividade

Daniela destaca o caráter multissetorial da entidade e ressalta que filial gaúcha é uma das mais antigas

ISABELLE RIEGER/JC
Jefferson Klein

Os Estados Unidos historicamente se consolidaram como um parceiro estratégico para o Brasil e uma prova disso foi o recorde em trocas comerciais entre as duas nações atingido no ano passado, com um resultado de US$ 88,7 bilhões. Dentro desse contexto, também cresce a importância das ações desenvolvidas pela Câmara Americana de Comércio no País (Amcham Brasil) que, no Rio Grande do Sul, é representada pela sua filial, a Amcham Porto Alegre. A unidade gaúcha é uma das mais antigas da entidade e a gerente regional da Amcham Porto Alegre, Daniela Bahmed Ferreira, informa que, em 2023, quando a instituição regional completa 25 anos, haverá uma série de atividades a serem desenvolvidas.

Empresas & Negócios – Como se insere a Amcham Porto Alegre dentro da ação nacional da entidade?
Daniela Bahmed Ferreira – A Amcham é uma entidade centenária, a Câmara de Comércio Brasil – Estados Unidos, que literalmente exerceu muito esse papel e teve sua fundação em São Paulo. Ao longo desses últimos anos, ganhamos muitas outras atribuições para que pudéssemos melhorar o ambiente de negócios e Porto Alegre foi a primeira unidade regional. Em 2023, completamos 25 anos de atuação. Ultimamente, a Amcham vem trabalhando muito para fomentar esse melhor ambiente e tornar o estado do Rio Grande do Sul mais competitivo, gerando no ecossistema dos nossos associados muitas trocas enriquecedoras, conexões e impulsionando estratégicas para os negócios.

E&N – Quais são os planos para este ano de aniversário?
Daniela – Estamos preparando um ano com muitas festividades e de muito impacto para a sociedade, para todas as nossas empresas associadas e para o Rio Grande do Sul. Queremos posicionar muito melhor a atuação da Amcham e ampliar esse convite para que todas as empresas se sintam pertencentes também nesse compromisso de desenvolver melhor o nosso Estado, torná-lo ainda mais competitivo, com mais oportunidades de desenvolvimento.

E&N – Quais serão as principais iniciativas desenvolvidas?
Daniela – Entre os principais projetos, temos o CEO Fórum, que acontece no mês de junho e irá reunir mais de mil executivos e grandes pensadores para falar um pouco sobre o futuro e o agora, sobre os desafios mundiais que os mercados enfrentam. Também temos o Amcham Arena, que nasceu em Porto Alegre em 2017, e hoje é nacional. Ele começa agora em março com uma seletiva de startups. O Amcham Arena é uma grande competição para que a gente eleja as startups de destaque no olhar das nossas associadas. Um outro projeto importante é o RS Avança. Nessa terceira edição, neste ano, a trabalharemos muito com a pauta de ESG (sigla em inglês para ambiental, social e governança, em português), do diálogo público/privado e trazer luz para iniciativas e projetos interessantes que têm sido feitos na área nas nossas empresas associadas. Nesse projeto específico, faz parte também uma outra iniciativa nossa que é o Caminhos, na qual trabalhamos com jovens em condição de vulnerabilidade social, possibilitando conexões com os nossos executivos para sessões de mentoria e onde se abrem outras oportunidades para esses jovens. Inclusive, neste ano, ele irá virar um projeto nacional, o que nos deixa muito orgulhosos por ser um projeto que nasceu em Porto Alegre, assim como o Amcham Arena e o CEO Fórum.

E&N – A pauta de ESG é um ‘caminho sem volta’?
Daniela – Com certeza absoluta. Observamos cada vez mais que essa é uma estratégia competitiva para os negócios, independentemente do porte da companhia. As empresas pequenas vão ter que se adaptar a isso, as grandes já estão se adequando há mais tempo, logicamente pelas suas obrigações e pelas suas contribuições sociais também.

E&N – Haverá alguma solenidade relativa ao aniversário da entidade?
Daniela – Optamos por fazer a festividade dos 25 anos ao longo dos 12 meses de 2023. Então, oficialmente em março, vamos organizar um coquetel (dia 20, no Salão Épico do Grêmio Náutico União, em Porto Alegre) para apresentar para os nossos associados e para a sociedade tudo que a Amcham vai se propor a fazer neste ano. Em agosto, estamos preparando um grande jantar de aniversário e neste momento vamos apresentar o Amcham Awards, que é o reconhecimento pelos nossos associados dos executivos destacados. Os executivos de todos os nossos grupos estratégicos, de Recursos Humanos, jurídico, CFOs, presidentes, gestores de transformação digital, de vendas e compras, são diversas categorias nessa premiação do Amcham Awards.

E&N – Até onde vai a área de atuação da unidade gaúcha da Associação?
Daniela – A Amcham Porto Alegre é responsável pelo Rio Grande do Sul. Hoje, atendemos as empresas da grande região Metropolitana, mas também de outras cidades importantes, principalmente, na Serra. Estamos em municípios que têm indústrias e potenciais que contribuam para a economia do Estado, então estamos presente em Caxias do Sul, Passo Fundo, Lajeado, Uruguaiana, Pelotas, em várias outras cidades. São mais de 40 municípios que possuem companhias associadas.

E&N – Quais são os principais setores abrangidos pela Amcham?
Daniela – A Amcham é uma entidade multissetorial. Então, ela tem todos os tipos de setores. Em Porto Alegre, trabalhamos fortemente com os segmentos de agronegócio, o nosso cluster de saúde é muito importante, de educação, de tecnologia, de indústria e setores jurídicos também. Todas as empresas hoje são potenciais associados.

E&N – Quantos associados a Amcham Porto Alegre conta atualmente?
Daniela – No momento, conta com uma base de aproximadamente 400 associados e estamos crescendo bastante. A Amcham opera com um formato de trabalho igual para todas as unidades regionais e Porto Alegre tem sido um dos destaques, nos últimos anos, como uma das unidades regionais em crescimento, por ser uma das mais antigas, mas também por ser uma das mais representativas. Junto com Campinas e Belo Horizonte, são hoje as que representam o maior número de associados.

E&N – Quais são os motivos que fazem os empreendedores chegarem na Amcham?
Daniela – É conteúdo e relacionamento, principalmente. Tem muitas empresas que têm interesse por conta das nossas agendas e calendário de atividades, que têm muitos conteúdos excepcionais, com nomes importantes, muitas vezes internacionais. Há companhias que buscam esse tipo de capacitação para que todos os seus funcionários possam aproveitar essas ações. Tem o dono da empresa que pode aproveitar e vir aqui fazer relacionamento com outros donos de companhias. Isso pode gerar parcerias, pode gerar negócios e muitos aprendizados, mas essa pessoa, esse dono de empresa, também tem, por exemplo, um colaborador que cuida do RH. Então esse profissional pode vir participar de todas as atividades da Amcham, especialmente as de RH, onde ele vai aproveitar e aprender mais sobre a área em que atua.

E&N – Como é fomentado o contato entre os associados da Amcham?
Daniela – Essas conexões são frutos de agendamentos, reuniões e de meetings que proporcionamos. Ao longo de 2022, foram mais de 1 mil conexões feitas no formato ‘one a one’ entre executivos, mas a gente sabe que esse número é muito maior porque eles se conhecem aqui nas atividades e acabam se conectando lá fora também.

https://www.jornaldocomercio.com/