rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-c6-invest-bank-banco-digital-gisele-bundchen-(9)
super-inovador-varejo-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-hub-startup-aldo-rosa-ceo-palestrante-abras-supermercado-gs1-brasil-em-codigo-1d-2d-(16)
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-cnt-ntc-sebrae-avenue-connection-itau-jp-morgan-blackrock
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-ai-esg-hub-cni-cna-cnc-cnt-ntc-sebrae-floripa-conecta-acate-sc-florianopolis-4

Governo instala Comitê Científico com foco na contribuição acadêmica para reconstrução do RS

Governo instala Comitê Científico com foco na contribuição acadêmica para reconstrução do RS

Governo instala Comitê Científico com foco na contribuição acadêmica para reconstrução do Estado

Grupo, que reúne especialistas e pesquisadores, foi apresentado pelo governo nesta quarta (26)

O Comitê Científico de Adaptação e Resiliência Climática do Plano Rio Grande foi instalado oficialmente nesta quarta-feira (26/6), em cerimônia realizada no Palácio Piratini, em Porto Alegre, com a presença do governador Eduardo Leite. Composto por especialistas e pesquisadores de diversas áreas e de renome nacional e internacional, o grupo terá como missão analisar e propor ações e políticas públicas voltadas ao enfrentamento da crise climática no Estado.

Previsto no Decreto 57.647, de 3 de junho, o Comitê Científico integra a estrutura de governança do Plano Rio Grande, com foco no engajamento da academia para o desenvolvimento de projetos de reconstrução e transformação do Estado.

“Constituímos um comitê plural e diverso, com especialistas do Rio Grande do Sul, de outros estados brasileiros e até do exterior para debater os projetos do Plano Rio Grande a partir da ciência”, afirmou o governador. “Estamos tratando de estratégias que demandam grandes investimentos. Para que as ações sejam mais assertivas, teremos um espaço no qual especialistas e pesquisadores poderão debater e orientar as medidas do governo.”

O comitê tratará de diversos temas, desde sistemas de proteção de cidades até estudos voltados para a ativação econômica e questões de saúde pública. Também serão abordados tópicos como desassoreamento de rios e córregos, mapeamento topográfico, sistemas de alertas mais avançados e cultura de prevenção. As pautas incluem, por exemplo, os projetos de contenção de cheias do Delta do Jacuí, em Eldorado do Sul, e no Arroio Feijó, em Alvorada e Porto Alegre.

O colegiado possui caráter consultivo, devendo elaborar pareceres que serão encaminhados ao Comitê Gestor do Plano para tomada de decisão. As reuniões deverão ocorrer semanalmente, de forma híbrida, e o próximo encontro está marcado para 2 de julho.

Nesta primeira reunião, todos os membros se apresentaram, e o governador detalhou o fluxo de trabalho. A coordenação do Comitê Científico está a cargo da secretária de Inovação, Ciência e Tecnologia, Simone Stülp. O professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Jorge Audy, é o vice-coordenador. O docente da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) Joel Goldenfum é o secretário-executivo.

“Quero deixar registrado o quão simbólico é este momento e o quanto eu acredito na contribuição do sistema gaúcho de ciência, tecnologia e inovação. Neste comitê, trabalharemos de forma muito presente para que os projetos estruturantes sejam pensados e desenvolvidos da melhor maneira possível”, destacou Simone. “O engajamento da academia nos fortalece muito neste momento desafiador, e não tenho dúvida de que estamos preparados para enfrentar o desafio.”

“Teremos um espaço no qual especialistas e pesquisadores poderão debater e orientar as medidas do governo”, destacou Leite – Foto: Jürgen Mayrhofer/Secom
“Vamos contribuir efetivamente para que as decisões sejam tomadas com respaldo científico. Dessa forma, o governo reconhece a importância da ciência”, disse Audy.

“O grupo reúne grandes nomes na área de adaptação e resiliência climática. Portanto, teremos capacidade de avaliar, discutir e apontar as qualidades e as limitações de cada um dos projetos”, complementou Goldenfum.

A iniciativa faz parte do Plano Rio Grande, que atua em três eixos de enfrentamento aos efeitos das enchentes: ações emergenciais, ações de reconstrução e Rio Grande do Sul do futuro.

Apresentação

Como funcionará o Comitê

O Comitê Científico conta com 43 integrantes fixos, incluindo os coordenadores, o secretário-executivo e membros de universidades e órgãos ligados ao estudo e ao desenvolvimento de projetos relacionados à emergência climática. Além disso, o grupo terá contribuições de consultores, que serão convidados pela coordenação para tratarem de temas específicos, conforme a necessidade.

A secretaria executiva é responsável pelo agendamento das reuniões. As pautas a serem discutidas serão encaminhadas pelo Comitê Gestor, de acordo com os três eixos prioritários do Plano Rio Grande. O Comitê Científico deverá analisar os projetos, que podem vir do governo, da academia ou da sociedade, e emitir pareceres sobre aspectos técnicos, tecnológicos e científicos.

Integrantes fixos do Comitê Científico

Ana Amelia Campos Toni (MMA)
Ana Paula Rovedder (UFSM)
André Jasper (Univates)
Andréia Rosane de Moura Valim (Unisc)
BenamyTurkienicz (UTG)
Camila dos Santos Gonçalves (Unipampa)
Carla Ten Caten (UFRGS)
Carlos Eduardo Morelli Tucci (ABRHidro)
Carlos Nobre (USP)
Daniela Mueller de Lara (Sema)
DéltonWinter de Carvalho (Unisinos)
Éder Henriqson (PUCRS)
Elisa Helena Leão Fernandes (Furg)
Fabiano Passuelo Hessel (PUCRS)
Fernando Schnaid (UFRGS)
Francilene Procópio Garcia (SBPC)
Gerson Fauth (Unisinos)
Ilma Simoni Brum da Silva (UFRGS)
Jefferson Cardia Simões (UFRGS)
Jerson Kelman (ex-pres. ANA)
Joel Goldenfum (UFRGS)
Jorge Audy (PUCRS)
Jose Antonio Marengo Orsini (Inpe/Cemaden)
José Antônio Valle Antunes Jr. (Unisinos)
Juliano R. Gimenez (UCS)
Júlio Xandro Heck (IFRS)
Márcia dos Santos Ramos Berreta (Uergs)
Lucia Campos Pellanda (UFCSPA)
Luiz Carlos Pinto da Silva Filho (UFRGS)
Marcelo Félix Alonso (UFPel)
Marcelo Schneider (Inmet)
Marcia Cristina Barbosa (UFRGS)
Márcia Pinheiro Margis (SBPC RS)
Maria Fernanda Lemos (PUC RJ)
Odir AntonioDellagostin (Fapergs)
Ronaldo Adriano Christofoletti (Fapesp)
Ruben Olive (ABC)
Santiago Uribe (visitante PUCRS)
Simone Stülp (Sict)
Tatiana Silva da Silva (UFRGS)
TanehaBacchin (TU Delft)
Vagner Anabor (UFSM)
Waldyr Stumpf Junior (Embrapa Clima)