rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-c6-invest-bank-banco-digital-gisele-bundchen-(9)
super-inovador-varejo-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-hub-startup-aldo-rosa-ceo-palestrante-abras-supermercado-gs1-brasil-em-codigo-1d-2d-(16)
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-cnt-ntc-sebrae-avenue-connection-itau-jp-morgan-blackrock
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-ai-esg-hub-cni-cna-cnc-cnt-ntc-sebrae-floripa-conecta-acate-sc-florianopolis-4

Governo de SC lança editais de fomento aos Centros de Inovação com investimento de R$ 17 milhões

Governo de SC lança editais de fomento aos Centros de Inovação com investimento de R$ 17 milhões

Governo do Estado lança editais de fomento aos Centros de Inovação com investimento de R$ 17 milhões

Fapesc e SCTI lançaram editais para contemplar projetos de eventos, de apoio à operação e de implantação de Escritório de Projetos

Santa Catarina é o único território na América Latina coberto por uma Rede de Centros de Inovação, atualmente composta por 15 hubs que abrigam diversas atividades e colaboram com o desenvolvimento do ecossistema de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I). Para apoiar ainda mais o desenvolvimento desses ambientes, o Governo do Estado anunciou o fomento de mais de R$ 17 milhões, distribuído em três editais lançados, na quarta-feira (3), pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) e a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (SCTI).

O lançamento dos editais ocorreu no Centro de Inovação ACATE Primavera, e contou com a participação de lideranças do Governo do Estado, da Rede Catarinense de Centros de Inovação (RCCIs) e representantes do ecossistema de CT&I catarinense.

Os editais são voltados para os CIs vinculados à Rede Catarinense de Centros de Inovação, que está ligada ao Governo do Estado. Atualmente, as startups e empresas incubadas ou residentes nos centros de inovação catarinenses faturam cerca de R$ 1,2 bilhão, o que reforça o papel dos CIs em apoiar o desenvolvimento de projetos de tecnologia e inovação e para que as soluções, produtos e serviços cheguem ao mercado.

Segundo o presidente da Fapesc, Fábio Wagner Pinto, o incentivo do Governo do Estado é fundamental para o desenvolvimento da Rede Catarinense de Centros de Inovação. “A partir da RCCIs, vemos os ambientes de inovação se desenvolvendo nas regiões. O incentivo do Estado à realização de eventos nacionais e internacionais, à criação de Escritórios de Projetos e ajudando na estruturação dos espaços e na compra de materiais para os CIs, gera um movimento de crescimento e de suporte, que vai fazer não apenas os CIs crescerem, mas todo o ambiente ao redor deles também”.

O secretário de CTI, Marcelo Fett, reforça a importância deste fomento aos Centros de Inovação. “Não se faz inovação sem infraestrutura, sem capital humano, e, principalmente, sem recursos”. Ele acrescenta: “Esse apoio financeiro vem para fortalecer as operações, estimular a criação de escritórios de projetos e, principalmente, potencializar os eventos dentro dos CIs”.

O presidente da ACATE, Diego Ramos, também participou do evento de lançamento dos editais e celebrou a iniciativa de fomento aos ambientes de inovação: “A tecnologia é o ponto comum para integrar as diferentes regiões do estado, além de servir para o desenvolvimento econômico e social de forma localizada. Os Centros de Inovação são espaços onde o melhor da academia, do governo, das empresas privadas e da sociedade civil organizada se encontram para criar condições e conexões que geram valor, ajudando a transformar cada vez mais as empresas e as pessoas”.

Apoio a eventos de inovação

O edital 38/2024, vai destinar R$ 1,8 milhão para fomentar a realização de eventos de inovação, empreendedorismo e tecnologia pelos CIs. O objetivo é apoiar a realização de eventos técnico-científicos, que tenham a inovação, o empreendedorismo e a tecnologia como tema central, visando o desenvolvimento local e/ou regional, conectar atores e promover o fortalecimento do empreendedorismo voltados ao ecossistema. Serão contempladas propostas de eventos a serem realizados entre 2 de janeiro e 30 de junho de 2025, dentro das categorias: nacional e internacional. Projetos de eventos de abrangência nacional receberão até R$ 50 mil, e os de eventos de abrangência internacional, até R$ 70 mil. Cada centro de inovação poderá enviar uma proposta para cada categoria.

Apoio à implantação de Escritórios de Projetos

Para impulsionar a implantação ou expansão de Escritórios de Projetos nos Centros de Inovação Catarinenses, foi lançado o edital 39/2024. Cada CI poderá enviar uma proposta, que deve prever, inclusive, a contratação de empresas qualificadas para realizar a capacitação de seus agentes e a contratação de até dois profissionais para atuarem como bolsistas. Para esta chamada pública, serão destinados R$ 4,7 milhões. As propostas encaminhadas para seleção devem ser de até R$ 314 mil.

Apoio à operação da Rede Catarinense de Centros de Inovação

Outro edital lançado pela Fapesc e pela SCTI é o 40/2024, para apoiar as atividades dos CI. Serão destinados mais de R$ 11 milhões para esta chamada pública. Cada Centro de Inovação poderá submeter uma proposta, com valor de até R$ 750 mil. O objetivo é fortalecer e intensificar o papel estratégico dos CIs vinculados à Rede Catarinense de Centros de Inovação, através do desenvolvimento de propostas de empreendedorismo inovador, competitivo e sustentável, visando tornar-se ponto de referência e de conexão para o ecossistema de inovação, além de gerar novos empreendimentos e startups, conexões e oportunidades aos empreendedores e aos talentos nas regiões de atuação dos CIs.