WEB
AGRISHOW
agro-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-startups-hub-cna-senar-agronegocio-agrotech-startse-sp-2
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-esg-ia-cni-cna-cnc-hub-startups-sebrae-espirito-santo-es-esx-programacao-aldo-rosa-1
construcao-inovadora-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-cbic-sinduscon-acomac-materiais-industria-feira-construsul-bc-balneario-camboriu-2

FBV 2023: Sócio do Vakinha contou como o fracasso foi a chave para construir um negócio de sucesso – Sindilojas Porto Alegre

FBV 2023: Sócio do Vakinha contou como o fracasso foi a chave para construir um negócio de sucesso – Sindilojas Porto Alegre

Sócio do Vakinha contou como o fracasso foi a chave para construir um negócio de sucesso durante palestra na 10ª Feira Brasileira do Varejo (FBV). Flávio Steffens falou sobre o tema “Quanto antes errar, melhor: Prototipação para resultados” no palco Errando e Aprendendo.

O sócio e diretor de Relacionamento e Customer Success do Vakinha, maior empresa de crowdfunding da América Latina, palestrou nesta quinta-feira (25) na 10ª edição da Feira Brasileira do Varejo (FBV), que acontece até amanhã (26), no Centro de Eventos da FIERGS, em Porto Alegre. O empreendedor falou no palco Errando e Aprendendo sobre o tema “Quanto antes errar, melhor: Prototipação para resultados”. Steffens falou sobre como o fracasso em um negócio foi crucial para construção de um projeto de sucesso. “O insucesso mudou minha vida. Aprendi que testar o mercado faz toda a diferença e que é muito fácil vender quando se tem um propósito claro e estruturado”, afirmou.

Steffens criou em 2010 – quando o ramo da Construção Civil movimentava 259 bilhões de reais e tinha um crescimento de 23% – o Pixels², uma ferramenta tecnológica para construtoras criarem sites de forma ágil e prática. “Estas empresas tinham produtos de alto valor e não se valiam da internet para venda, em uma época em que já existiam ferramentas tecnológicas que utilizamos até hoje. Pensei que não tinha como dar errado pelo potencial do mercado”, disse. No primeiro mês, a meta era conseguir dois clientes e ir dobrando a cada 30 dias: “No mercado bilionário, precisávamos de 50 clientes para atingir o break even. Sabem quantos tivemos no negócio? Zero”. Foi um ano de trabalho com o investimento de 50 mil reais para não obter nenhum retorno, a não ser o aprendizado em saber o que não repetir.

De acordo com o palestrante, foram três os principais erros deste projeto: muito plano e pouca ação; paixão cega pela ideia; e que nunca houve um plano B. “O excel aceita tudo, qualquer tipo de planejamento e, com isto, ficamos muito tempo na teoria, mas o que irá guiar o caminho é o feedback do cliente. Ser apaixonado pela ideia leva para o lado emocional e o empreendedorismo é baseado em fatos. Por fim, é impossível planejar um churrasco entre amigos que corra perfeitamente como o pensado, desta forma, é necessário ter um segundo caminho previsto”, pontuou.

Mediante a experimentação, que segundo apresentou Steffens, trata-se da composição de vários fracassos para atingir o aprendizado até o ponto do acerto, o empreendedor criou um novo negócio: a Bicharia, projeto focado na arrecadação de doações para a causa animal. No primeiro mês foram colocados no ar quatro projetos e três foram financiados. “Tivemos lucro no primeiro mês. No segundo foram oito projetos e o número dobrou no terceiro mês”, relatou. Em três anos, foram 250 projetos e mais de 800 mil reais arrecadados. “Do ponto de início da ideia até a execução do protótipo foram 15 dias. E até a primeira versão, 45 dias. A agilidade, considerando a época em que aconteceu, foi fundamental. Durante a montagem do projeto, conversamos com protetores de animais e uma profissional consolidou a ideia ao falar que não conseguia doações por ter vergonha de pedir”, justificou.

Por fim, o palestrante afirmou que as métricas são fundamentais para seguir o projeto: “Caso não alcançar, é possível repaginar, reestruturar ou então, dependendo do resultado, parar o projeto e dedicar investimento e tempo em outra direção”. De acordo com ele, o fracasso mudou o destino de sua vida e, desde 2015, tornou-se sócio do Vakinha, que comprou a Bicharia.


Serviço:
10ª Feira Brasileira do Varejo (FBV)

Data:
24, 25 e 26 de maio de 2023

Horário:
das 13h às 21h

Local:
Centro de Eventos FIERGS (Av. Assis Brasil, 8787 – Porto Alegre/RS)

Inscrições e ingressos:
www.feirabrasileiradovarejo.com.br


Sobre a FBV

A Feira Brasileira do Varejo é realizada pelo Sindilojas Porto Alegre com o objetivo de reunir fornecedores e lojistas em um só espaço, permitindo interação e formação de novas parcerias e negócios. Desde 2013, em sua primeira edição, reúne grandes nomes do setor varejista e expositores com soluções de tecnologia, gestão, segurança, marketing, entre outros serviços e produtos voltados ao varejo.

Sobre o Sindilojas Porto Alegre

O Sindicato dos Lojistas do Comércio de Porto Alegre é o representante legal do comércio varejista da Capital e de Alvorada. Atualmente, defende os interesses de aproximadamente 20 mil empresas de segmentos variados. Além de atuar na representação dos interesses dos lojistas, desenvolve diversas ações que promovem o desenvolvimento e qualificação do setor varejista, tais como cursos, missões empresariais, palestras e eventos gratuitos e a Feira Brasileira do Varejo.