rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-c6-invest-bank-banco-digital-gisele-bundchen-(9)
super-inovador-varejo-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-hub-startup-aldo-rosa-ceo-palestrante-abras-supermercado-gs1-brasil-em-codigo-1d-2d-(16)
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-cnt-ntc-sebrae-avenue-connection-itau-jp-morgan-blackrock
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-ai-esg-hub-cni-cna-cnc-cnt-ntc-sebrae-floripa-conecta-acate-sc-florianopolis-4

Ecossistema da inovação em SC busca atrair investidores em São Paulo

Ecossistema da inovação em SC busca atrair investidores em São Paulo

Ecossistema da inovação em SC busca atrair investidores em São Paulo

Evento “Brazilian Regional Markets” reuniu centenas de investidores da Faria Lima para ouvir cases de sucesso de SC

Um estado com baixo índice de criminalidade, segurança jurídica para investimentos, economia descentralizada e oportunidades de crescimento para diversos segmentos. Essa foi a imagem que diversas lideranças políticas e empresariais de Santa Catarina levaram para o evento Brazilian Regional Markets, que ocorreu em São Paulo nesta quarta-feira (24) e reuniu cerca de 600 investidores interessados em cases de sucesso de Santa Catarina, Espírito Santo e Paraná.

A ACATE esteve presente no evento para falar do ecossistema da inovação no estado, que já se consolidou como um dos principais do Brasil e que tem trazido empreendedores de outros polos para fixarem seus negócios em terras catarinenses. Para o presidente da ACATE, Iomani Engelmann, foi um momento de buscar para Santa Catarina novas possibilidades de investimento para o setor da tecnologia:

“Tratamos muito sobre as quatro alavancas da economia catarinense: indústria, tecnologia, agronegócio e infraestrutura. E na área da tecnologia, onde a ACATE atua, eventos como esse estão muito alinhados à nossa estratégia de atrair fundos de investimentos que olhem não só para Santa Catarina, mas para todo o Sul como uma oportunidade de desenvolvimento”.

Vice-presidente de Relacionamento da ACATE e CEO da Teltec, Diego Ramos também participou do evento e usou o espaço para destacar a descentralização do ecossistema da tecnologia em Santa Catarina, por não estar focado apenas em Florianópolis e ter uma disseminação em todas as regiões. Somente a ACATE, por exemplo, possui oito polos regionais espalhados pelo estado.

“É muito importante descentralizarmos os investimentos em empresas e startups de tecnologia além da região Sudeste, especialmente de São Paulo. Temos grandes cases de sucesso de empresas que foram investidas aqui em Santa Catarina e deram muito retorno aos que nelas investiram, seja através de fundos de investimentos ou diretamente por corporações”, destacou Ramos.

O Brazilian Regional Markets foi organizado pela EQI Investimentos e a Apex Partners. Entre as lideranças de SC, também participaram o governador, Jorginho Mello, e secretários de Estado: Marcelo Fett (Ciência, Tecnologia e Inovação), Beto Martins (Portos, Aeroportos e Ferrovias), Cleverson Siewert (Fazenda), João Paulo Gomes Vieira (Comunicação), além do presidente da SCPar, Renato Lacerda. A comitiva tinha ainda os prefeitos de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira, e de Blumenau, Mário Hildebrandt, o diretor do Sebrae-SC, Carlos Henrique Fonseca, o presidente da FIESC, Mário Cezar de Aguiar, e o CEO da Softplan, Eduardo Smith.

*Foto: Roberto Zacarias/SECOM-GOVSC