rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-c6-invest-bank-banco-digital-gisele-bundchen-(9)
super-inovador-varejo-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-hub-startup-aldo-rosa-ceo-palestrante-abras-supermercado-gs1-brasil-em-codigo-1d-2d-(16)
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-cnt-ntc-sebrae-avenue-connection-itau-jp-morgan-blackrock
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-ai-esg-hub-cni-cna-cnc-cnt-ntc-sebrae-floripa-conecta-acate-sc-florianopolis-4

E quando falta alinhamento do time à cultura da startup? Como recuperar a eficiência através de feedbacks? Por Susana Kakuta

E quando falta alinhamento do time à cultura da startup? Como recuperar a eficiência através de feedbacks? Por Susana Kakuta

E quando falta alinhamento do time à cultura da startup? Como recuperar a eficiência através de feedbacks?

Susana Kakuta
Estrategista em inovação de impacto | Empreendedora em série | Especialista em educação

No mundo das startups, já vivi situações em que equipes promissoras enfrentavam dificuldades porque alguns membros não estavam completamente sintonizados com a cultura da empresa. Isso não significa que esses funcionários não eram capazes ou comprometidos, mas sim que havia um ruído na comunicação e na compreensão dos valores e objetivos da empresa.

Essas desconexões são oportunidades valiosas para líderes trabalharem com feedbacks direcionados para realinhar a equipe.
Conforme abordei em outro artigo, a cultura organizacional em startups serve como a cola que une equipes diversas em torno de uma visão comum e define a maneira como as pessoas trabalham juntas para alcançar objetivos coletivos.

São as crenças, valores e códigos de conduta compartilhados por todos os membros de uma startup, que por sua vez é altamente dependente do engajamento dos times para prosperar.
Cultura e eficiência tem tudo a ver!

Quando os funcionários não estão totalmente alinhados com a cultura organizacional, isso pode criar uma dissonância que afeta a motivação e a eficiência. Esse desalinhamento geralmente não é intencional, mas resulta de mal-entendidos ou de uma falta de clareza sobre os valores e a visão da empresa. Em vez de culpabilizar, é mais produtivo ver isso como um ruído que pode ser ajustado e superado com uma comunicação eficaz.

1. Diagnosticar o Ruído
Antes de dar feedback, é importante entender onde e porque a comunicação falhou. Identifique comportamentos específicos e situações que revelam a desconexão cultural. Isso facilita um feedback mais preciso e construtivo.

2. Relacionar o Feedback aos Valores da Empresa
Quando forneço feedback, sempre procuro conectar o comportamento do funcionário aos valores e à missão da empresa. Explico como certas ações podem não estar alinhadas com a cultura e como isso impacta a equipe e os objetivos coletivos. Isso ajuda o funcionário a entender o quadro geral e a importância do alinhamento cultural.

3. Ser Específico e Construtivo
O feedback deve ser claro, sincero e específico. Em vez de apontar falhas gerais, forneça exemplos concretos de comportamentos que precisam ser ajustados e sugira maneiras específicas de realinhar esses comportamentos com a cultura da empresa. Sinceridade é um fundamento muito importante, pois é parte essencial do sistema de confiança que precisa ser formado entre os membros de uma equipe, a fim de potencializar os objetivos da empresa. Especialmente em startups, onde os times são pequenos, sinceridade e confiança são definidores de engajamento e comprometimento.

4. Promover a Reflexão e o Diálogo
O feedback não deve ser uma via de mão única. O diálogo tem que ser verdadeiro, sem rodeios e sem necessidade de ser grosseiro ao tratar com verdade. Faça perguntas que incentivem a autoavaliação e o diálogo: “Como você acha que podemos melhorar nossa colaboração para refletir melhor nossos valores?”. Isso promove uma discussão construtiva e ajuda o funcionário a se sentir parte do processo de melhoria.

5. Oferecer Suporte e Recursos
Ajude o funcionário a se realinhar à cultura oferecendo suporte adicional, como treinamento ou mentoria. Mostre disposição em fornecer os recursos necessários para que o funcionário possa crescer e se desenvolver dentro dos valores da empresa.

6. Reforçar o Feedback Contínuo
Institua uma cultura de feedback contínuo, onde o realinhamento cultural seja parte das interações diárias, e não apenas um evento ocasional. Isso cria um ambiente de transparência e melhoria constante, ajudando a manter todos na mesma página. Não há como medir desempenho de forma honesta se você não forneceu toda a orientação para que o que precisa ser feito, seja realizado da forma esperada. Para isto, não dependa ou acredite em telepatia (entendeu né?) ou mesmo rádio corredor…Feedback é “olho no olho” construindo uma trajetória melhor para frente.

Conclusão
A adesão à cultura organizacional é fundamental para maximizar o potencial dos funcionários e garantir o sucesso da startup. Ao criar um ambiente de diálogo aberto, suporte contínuo e reforço positivo, é possível promover uma equipe mais coesa, motivada e eficiente, pronta para alcançar os objetivos coletivos da empresa.

É nisso que acredito! E vocês?